Sextas de Nova (12)

Alô Amiga-Irmã-Leitora-Articulada-De-Romances-Eróticos-Versão-Alcool-Gel! As Sextas de Nova voltam especialmente nesse Natal para dizer a você que curtir o fim do mundo agarradinha com o gato não é nada, quando você pode enlouquecê-lo de prazer enquanto seus corpos se atracam como meteoros da paixão chocando-se contra a Terra.

Oi? Tô aqui super gata, me querendo muito e enlouquecendo meu homem com essa roupa feita com pinturas rupestres da criançada na praia.

Porém, se você estiver solteira, o fim do mundo sempre pode significar uma ótima oportunidade de se aproximar de um bonitão gringo extraterrestre, alguém que não conhece nossa cultura e precisa ser enlouquecido por suas habilidades sexuais com o cotovelo direito. O bom do fim de ano é ter mente que há oportunidade para todas as gatuxinhas, basta pensar em sexo todo o tempo, até quando chegarem os comprovantes do imposto de renda.

Dezembro é uma época de festas, família e muitas frutas que atiçarão seus desejos em plena ceia como cerejas, uvas e abacaxis descascados. Portanto, é preciso descrição ao pensar em como suar com o pirex da sua tia num momento íntimo e, mais que isso, é preciso tomar cuidado com nosso corpo que exala prazer e desejo 24 horas com troca de óleo grátis. Mas não tema! Nossa idolatrada Revista Nova salve salve sempre vem em seu socorro com o maravilhoso guia: Crise de espirro, coriza, gases… Confira 15 truques para driblar o vexame sem ir ao banheiro.

Quem nunca se viu refém do próprio corpo em ocasiões inconvenientes? Quem nunca transformou o lavabo da Vó num banheiro químico digno de show gratuito? Quem nunca usou eufemismos para dizer que cagou no maiô? Quem nunca deixou um pivô incoveniente cair no sofá? Quem nunca espirrou no pavê? Quem nunca desejou tanto um banheiro, mas aceitou uma moita? Quem nunca achou que era só um peido? Aprenda truques simples que podem te salvar de constrangimentos quando o corpo se rebela em hora errada.

A grande pergunta do momento é: e na bunda, nada? Ainda bem que Nova não nos pediu educamente para usar um absorvente em algum lugar insólito. A verdade é que o jantar romântico na casa do bofe vai ter que virar uma corrida de marcha atlética, com você contraindo músculos e andando sem parar sensualmente até o sol raiar, até você conseguir acordar a vizinha para usar o banheiro. Porque número 2 na casa do bofe, jamais! Ou, você pode ficar lindamente debruçada na mesa, exibindo seu decotão, contando os minutos para Mr. Hankey dizer: “Howdy-ho! Feliz Natal!”

Amo que Nova nos ensina a mergulhar o nariz no copo de dolly guaraná do bofe com o sal da batatinha para logo depois dizer: “é claro que você não vai pagar o mico de enfiar a cara em um copo”. Que espirituosidade! Nova sempre adivinha as loucuras que nossas lindas cabecinhas estavam tramando. Então, gatchenha, serviço completo, com limpeza do salão inclusa dentro do copo, só no banheiro, ok? E você ainda pode mostrar depois para as amigas como fazer uma nebulização com sérias restrições orçamentárias.

Certeza que você, mulher prevenida que está sempre pensando em como evitar a rotina no relacionamento, sempre carrega um sachê de chá na bolsa, certo? Afinal, quem nunca quis oferecer uma colher de chá para alguém na rua? Agora você pode ser expert em paquera enquanto contrai o ânus no meio de uma reunião. Uma pena que Nova não avisa o que fazer caso algo escape no caminho entre o banheiro e o trato digestivo.

Se o seu fluxo fizer o gênero “Os Mercenários” torça para que a faixa vermelha do Rambo fique bem escondida. Se seu fluxo fizer o gênero “James Bond” você tem licença para matar durante a TPM. Se seu fluxo fizer o gênero filme do Lars Von Trier, senta e chora. Se seu fluxo fizer o gênero filme brasileiro, acabou o papel. Se seu fluxo fizer o gênero “Os Vingadores”, procure uma amiga e peça um absorvente emprestado, que seria a melhor solução desde o início. Mas se automedicar para manter seu look a salvo é sempre um caminho mais fácil para salvar sua calça branca x-o-c-r-í-v-e-l!

No meio do date com o bofe vem a explosão do desejo e também a coceira. Se isso acontecer faça cosplay de manequim, com o sorriso que é um colar de marfim, mãos para o alto a procura de um lugar privado. Adoro que Nova não quer que você belisque sua pepeca (porque ela fala ânus, mas não fala pepeca), mas tudo bem você usar maquiagem entre as coxas para acabar com o incômodo. Mulher prevenida usa o que tem na bolsa. Aí depois é só aplicar essa “teoria de dor e coceira ao mesmo tempo” na dança da sensual durante o after date com o gatuxinho.

Caganeira, peido, coceira e chulé no mesmo dia devem ser sinais apocalípticos para você não sair de casa, mas vamos continuar avaliando e aprendendo com essas dicas maravilhosas e fundamentais. A expressão “pé de cana” nunca foi tão apropriada nesse momento em que você roubou o copo de vodca e enérgico do bofe para fazer uma esfoliação com guardanapo nos pés.

Não deixe de conferir a matéria completa no site que ainda tem dicas para você se ver livre de espinha, unha descascada, soluço, queimação no estômago, espinhela caída, frieira, micose, vergonha na cara e falta de louça para lavar.

E pode ficar tranquila Amiga-Irmã-Participante-de-Reality-Show-Do-Apocalipse-Terrestre. Sua revista Nova continuará inovando em 2013 e trará várias dicas para um ano inteirinho de muita pegação, fogueira nos lençóis e todas as dicas criadas nesse milênio para enlouquecer seu homem. Enquanto isso, dedique-se a descobrir sobre o mundo do orgasmo masculino com: Foi bom para ele? Descubra 4 tipos de expressão que eles fazem durante o orgasmo. Capriche no visual, nos carinhos, no clima e na meia-luz para espiar a cara do parceiro na hora H. Isso pode revelar se ele curtiu a transa!

Porque se ele não curtiu, joga o dedinho pra cima e curta 😉