Feminismo? Pergunte-me como.

O que é fundamental saber sobre feminismo?

“O feminismo é um movimento pacífico, que nunca matou ninguém, enquanto o machismo mata todos os dias”.

O Marcos deixou essa frase, e um textinho bem bacana Agressives Nous?, em um comentário do último post. Acredito que a frase resume muito bem a diferença entre feminismo e machismo. Duas palavras que não são antônimos, mas antagônicas. Então, antes de acusar as feministas de serem agressivas, mal amadas, chatas e inúteis, pense porque o discurso feminista incomoda tanto. Pergunte-se: quem é o inimigo? Quem é você? A quem interessa que as mulheres vivam sempre na sombra?

 

Fonte: The Big Picture (AP Photo/Intelligencer Journal, Marty Heisey). Clique na foto para ver a galeria.

O título desse post foi uma sugestão da Cintia Barenho.

Publicado por

Bia Cardoso

Uma feminista lambateira tropical.

3 comentários sobre “Feminismo? Pergunte-me como.”

  1. É necessário saber diferenciar o que da tradição é conservadorismo e preconceito, daquilo que são referências importantes, senão a gente corre o risco de jogar o bebê junto com a água do banho. Pela perspectiva de gênero, veremos que a cultura delega a homens e mulheres atributos diferenciados que informam valores e padrões de moralidade com consequências discriminadoras para as mulheres. de alguma forma, é importante que enfatizemos que não há uma natureza masculina violenta ou uma natureza feminina dócil. Essa naturalização pode nos levar a ver os homens sempre como agressores e as mulheres sempre como criaturas boas, dóceis, incapazes de cometer violência. Sabemos que isso não é verdade: sabemos que as mulheres também cometem violência. Trata-se de dar um passo para o lado numa via antipatriarcal, mas não antimasculinista, porque os interesses das mulheres são os de toda humanidade.

Os comentários estão fechados.